Monitoramento da qualidade da água da foz do rio Santa Maria da Vitória e da baía de Vitória ES, por meio de estudos sistemáticos de parâmetros físico-químicos e biológicos

Josimar Ribeiro

Resumo


Este trabalho teve como objetivo analisar os parâmetros físico-químicos e biológicos da água do Rio Santa Maria da Vitória/ES e da baía de Vitória/ES no período de maio/2016 a novembro/2016 e março/2017 a junho/2017 em seis pontos de coleta. Os valores de concentração dos metais Cd e Pb se encontram abaixo dos limites de quantificação da técnica. Para os metais Cr, Ni, Fe, Zn e Mn os valores estão dentro dos limites estabelecidos pelo CONAMA. Contudo, a concentração de Arsênio apresentou-se acima do valor estabelecido (0,0014 ± 0,97mg·L-1) para regiões de pesca. A análise de toxicidade pelo crescimento radicular da Allium Cepa foi adaptada para análise em águas salobras e apontou bons resultados, e nenhuma das amostras avaliadas apresentou toxicidade significativa. Quanto ao índice mitótico, não se observou diferenças consideráveis entre o controle positivo e os demais tratamentos, entretanto, o estudo apresentou uma queda do índice mitótico na proximidade do mar, sendo este um forte indicativo de poluição do corpo dágua nesta região.

Palavras-chave


Santa Maria da Vitória; Índice mitótico; Allium cepa; qualidade da água

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online