Avaliação da atividade antimicrobiana e antioxidante dos óleos essenciais e extratos hidroalcoólicos de Zingiber officinale (Gengibre) e Rosmarinus officinalis (Alecrim)

Gustavo Oliveira Everton, Amanda Mara Teles, Adenilde Nascimento Mouchrek, Victor Elias Mouchrek Filho, Elaine Sá Menezes Cutrim

Resumo


Este artigo avalia a atividade antimicrobiana e antioxidante dos óleos essenciais e extratos hidroalcoólicos Zingiber officinale (Gengibre) e Rosmarinus officinalis (Alecrim). Para a extração dos óleos utilizou-se a técnica de hidrodestilação. Os extratos foram obtidos pelo processo de maceração em etanol 70%. A avaliação da atividade antimicrobiana foi realizada pelo método de difusão de disco, empregando cepas de Escherichia coli (ATCC 25922) e Staphylococcus aureus (ATCC 25923). As características químicas dos óleos essenciais foram determinadas por Cromatografia Gasosa Acoplada à Espectroscopia De Massas (CG-EM). A concentração inibitória mínima (CIM) foi determinada com a utilização da técnica de diluição em caldo. A atividade antioxidante foi analisada pela técnica de descoloração do radical ABTS. Observou-se que todos os óleos e extratos utilizados apresentaram atividade antimicrobiana satisfatória em ambos os métodos utilizados. O óleo essencial de gengibre apresentou a melhor atividade antimicrobiana com uma CIM de 200 µg. mL-1. Foi evidenciada atividade antioxidante dos extratos e óleos essenciais, sendo os melhores resultados observados para os extratos hidroalcoólicos de alecrim e gengibre que apresentaram percentual máximo de inibição dos radicais ABTS de 99, 8% e 38,6%. Portanto, esses resultados apontam um importante potencial para o uso destas plantas como agentes antimicrobianos e antioxidantes.

Palavras-chave


óleos essenciais; extratos hidroalcoólicos; atividade antimicrobiana; atividade antioxidante



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online