Avaliação das impurezas elementares do medicamento captopril comercializadas na cidade do Rio de Janeiro, Brasil.

Lisia Maria Gobbo Santos

Resumo


Resumo: O objetivo desse trabalho foi otimizar e validar metodologia analítica para determinar impurezas elementares em IFAs e produto final de captopril, tendo como base as novas diretrizes da Farmacopeia Americana. As técnicas escolhidas para este fim foram a espectrometria atômica de emissão óptica de plasma acoplada indutivamente e a espectrometria de absorção atômica do forno de grafite. Os resultados indicam que a técnica desenvolvida foi capaz de atender às necessidades desejadas. Todas as amostras analisadas apresentaram resultados satisfatórios em relação aos limites máximos permitidos pela USP.

Palavras-chave


Validação, medicamento, ICP OES, elementos Inorgânicos



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online