Aplicação da propriedade termodinâmica exergia na avaliação de processos de produção de etanol lignocelulósico: uma revisão

Suzimara Reis Silva, Gabriela Rodrigues Niquini, Leticia Fabri Turetta, Andréa Oliveira Souza da Costa

Resumo


O processo de produção de etanol a partir de materiais lignocelulósicos (etanol de segunda geração - 2G) é uma das propostas de destaque para a segurança energética mundial. Atualmente, há um grande esforço técnico-científico a fim de se obter rotas alternativas sustentáveis para a produção de etanol 2G. A propriedade termodinâmica exergia pode ser usada para a realização da análise energética deste tipo de sistema. Por se caracterizar como o potencial de realização de trabalho, a análise do conteúdo exergético indica um valor econômico associado ao processo. Nesse sentido, a análise exergética tem se mostrado uma ferramenta de crescente uso na literatura na avaliação de tecnologias alternativas para o desenvolvimento sustentável. Contudo, a aplicação desta análise termodinâmica ainda é recente no contexto da tecnologia de biocombustível a partir de biomassa lignocelulósica. Sendo assim, este artigo tem como objetivo apresentar uma contextualização recente dos estudos, a fim de contribuir para o aperfeiçoamento da análise exergética no contexto da produção sustentável de etanol 2G. Por se tratar de uma espécie recente de análise, existem diversas possibilidades de trabalhos futuros envolvendo tal metodologia.

Palavras-chave


Termodinâmica; Análise exergética; Etanol Lignocelulósico

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online