D-GLICOSE UMA BIOMOLÉCULA FASCINANTE: HISTÓRIA, PROPRIEDADES, PRODUÇÃO E APLICAÇÃO

João Rufino Freitas Filho, Juliano Carlo Rufino Freitas, Rayane de Oliveira Silva

Resumo


Os carboidratos são as biomoléculas mais abundantes na Terra e anualmente são produzidos aproximadamente 200 bilhões de toneladas desses compostos pelas plantas superiores e algas.Dentre os inúmeros compostos classificados como carboidratos, a D-glicose é de longe o monossacarídeo mais abundante. AD-glicose é um dos poucos carboidratos de baixa massa molecular, economicamente atrativo, produzido em larga escala e propenso a modificações estruturais para a produção de novos compostos.A D-glicose é utilizada nos mais variados setores industriais, tais como: no alimentício, farmacêutico, cosmético, químico dentre outros. Diante disto, é justificável o aumento anual da demanda de D-glicose, na qual ela pode ser obtida por distintos processos industriais, como a hidrolise ácida e a hidrólise enzimática.Em função da relevância da D-glicose, este artigo apresenta uma revisão sobre a história, as propriedades, a produção e biossíntese deste composto.

Palavras-chave


Carboidratos; D-glicose; Propriedades da D-glicose; Aplicações da D-glicose.



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online