Avaliação do Risco Ambiental e Comportamento Geoquímico de Metais em Área Impactada por Resíduos Industriais em Queimados (RJ)

Ricardo E. Santelli

Resumo


Áreas contaminadas por metais podem configurar sério risco à saúde pública e ao meio ambiente. No final da década de 1980 foi instalado um pátio de estocagem provisória de resíduos industriais perigosos na área da empresa Centro Tecnológico de Resíduos (CENTRES), no município de Queimados, RJ. A gestão inadequada destes resíduos proporcionou um grande impacto ambiental ao solo da região. Então, em 2009 foram amostrados solos desta empresa para que fossem avaliadas a mobilidade, toxicidade, biodisponibilidade e risco ambiental de Cd, Cr, Cu, Ni, Pb e Zn utilizando extração sequencial para o fracionamento geoquímico (BCR), determinando-se as concentrações destes metais por ICP OES. A soma de todas as frações geoquímicas mostraram que a amostra P1 é severamente contaminada por Zn, que as amostras P5 e P5.1 são contaminadas por Cu, Ni, Pb e Zn, que a amostra P5.2 é contaminada por Ni, Pb e Zn e que a amostra P6 possui concentrações de Ni que ultrapassam o valor de investigação industrial preconizado pela legislação brasileira. Geralmente, o Cd, o Ni e o Zn se mostraram como os metais mais móveis, devido ao enriquecimento das suas concentrações na fração solúvel e trocável do solo (F1). O Pb só se mostrou altamente solúvel e trocável em amostras de solos que foram severamente contaminadas com este metal. Por outro lado, o Cu e o Cr se mostraram pouco móveis, preferindo estar adsorvidos à fração oxidável do solo (F3) ou ao resíduo (R) que contém a matriz silicática e óxi-hidróxidos de alta cristalinidade. Finalmente, o código de avaliação de risco (RAC) se mostrou uma ferramenta limitada ao superestimar o risco ambiental do Cd e do Ni e subestimar o do Cu.

Palavras-chave


Poluição do solo; BCR e avalliação do risco ambiental (RAC).



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online