Qualidade de briquetes de cana-de-açúcar produzidos com aglutinante amido de milho

Bianca Fernandez, Alessandra da Róz, Bruna Gonçalves, Gabriela Tami Nakashima, Fábio Yamaji

Resumo


Uma crescente demanda por fontes de energia renováveis faz da produção de briquetes uma boa fonte alternativa de energia. Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito do uso de amido de milho comercial como aglutinante na produção de briquetes de bagaço de cana-de-açúcar. Análises de massa específica, poder calorífico superior, teor de umidade, teor de voláteis e cinzas foram realizadas para os materiais. Foi também realizada caracterização granulométrica da biomassa. As misturas de matérias-primas determinaram os tratamentos T1 (apenas bagaço), T2 (bagaço + 2,5% de amido), T3 (bagaço + 5% de amido) e T4 (bagaço + 10% de amido) que foram compactadas em prensa hidráulica. Foram mensurados aspectos de resistência mecânica e expansão longitudinal dos briquetes produzidos. Alcançou-se uma redução de 17 vezes em relação a massa específica do material original. Os teores de cinzas e de voláteis do bagaço de cana-de-açúcar foram de 3,9% e 87,7%, enquanto para o amido foram de 0,09% e 94,65%, respectivamente. O poder calorífico superior foi de 3593 kcal.kg-1 (bagaço de cana-de-açúcar) e 3637 kcal.kg-1 (amido). O maior valor de resistência mecânica foi para o T1(0,607 MPa), o qual apresentou os menores valores de umidade e expansão longitudinal (10,81% e 14,9%, respectivamente). Pode-se concluir que o amido de milho não atuou como aglutinante na produção dos briquetes.

Palavras-chave


Bioenergia, Biomassa, Aditivo; Bagaço de cana-de-açúcar.



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online