Avaliação de métodos analíticos de Pb (USEPA 3051) e de Zn (HR-CS AAS) em sedimento

Suzi Mari Brandelero, David José Miquelluti, Mari Lúcia Campos, José Ferraz Neto, Marcelo Alves Moreira

Resumo


Diversas técnicas de análise podem ser utilizadas para determinar a concentração de metais no sedimento, como os métodos 3050, 3051 e 3052 da United States Environmental Protection Agency (USEPA). A leitura de amostras após a digestão pode ser realizada em espectrometria de absorção atômica de alta resolução de fonte contínua (HR-CS AAS), e pode ser aplicada a técnica de correção de fundo pelo algoritmo de mínimos quadrados (LSBC). O presente estudo teve por objetivo testar os tempos de digestão (5000 s, di-gestão um e 1800 s, digestão dois) pelo método 3051, na determinação de Pb e corrigir possíveis interferências espectrais na determinação de Zn em amostras de sedimento pela LSBC. A amostragem foi realizada no Rio Pal-meiras, afluente do Rio Tubarão, SC, Brazil. As amostras foram digeridas em forno de micro-ondas e leituras em HR-CS AAS, com atomização em chama. Para Pb realizou-se as leituras das amostras digeridas das digestões um e dois, e para Zn realizou-se as leitura apenas da digestão dois, sem e com a LSBC. Observou-se menores variações de temperatura e maiores taxas de recuper-ação de Pb na digestão dois. O uso da LSBC nas leituras do Zn possibilitou a obtenção de valores mais acurados.

Palavras-chave


metais; micro-ondas; absorção atômica



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online