Determinação Condutométrica e Potenciométrica de Ácido Acetilsalicílico em Aspirina®: Uma Sugestão de Prática para a Análise Instrumental

Jonatas Gomes da Silva, Aurilene G. de Sousa, Franklin W. M. das Chagas, Lucas de C. Gois

Resumo


O presente artigo descreve a quantificação de ácido acetilsalicílico (AAS) em Aspirina®, empregando-se simultaneamente as titulações potenciométrica e condutométrica, como uma sugestão de prática para a disciplina de Análise Instrumental nos cursos de graduação em química e farmácia. As titulações condutométrica e potenciométrica foram aplicadas na determinação de AAS em Apirina® e os resultados foram concordantes com o valor declarado pelo fabricante, a um nível de confiança de 95%. A prática proposta é simples e de baixo custo, permitindo sua aplicação em atividades experimentais em laboratórios de ensino, ocasionando sem dúvida um ganho pedagógico para os estudantes.

Palavras-chave


Titulação potenciométrica; Titulação condutométrica; Ácido acetilsalicílico.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online