Assessment of the Concentration of Inorganic Elements in Cassava Flour (Manihot esculenta Crantz) by Inductively Coupled Plasma Optical Emission Spectrometry

Bruna Serrão Gomes, João Batista Pereira Junior, Patrícia de Oliveira Nunes, Michelle de Souza Lemos, Heronides Adonias Dantas Filho, Kelly das Graças Fernandes Dantas

Resumo


As concentrações de Ca, Cu, Fe, K, Mg, Mn, P e Zn em 10 amostras de farinha de mandioca comercialmente disponíveis (Manihot esculenta Crantz, Euphorbiaceae) foram analisadas por espectrometria de emissão óptica com plasma acoplado indutivamente (ICP OES). Os elementos foram encontrados em ordem decrescente de concentração, como Ca > P > Mg > Fe > Cu > Zn > Mn. Com base na ingestão diária recomendada para adultos, os valores mostraram que o consumo de 10 g de farinha de mandioca por dia proporciona 5,3% da ingestão diária para Cu, 0,5-1,2% para Fe, 0,5% para Ca, 0,9-1,2% para Mg, 0,6 -0,8% para Mn, 0,6% para P, 0,2% para K e 0,2-0,3% para Zn. Os resultados indicam que a farinha de mandioca contém vários elementos essenciais e não apresenta riscos à saúde humana.


Palavras-chave


Mandioca, farinha, elementos inorgânicos, ICP OES



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online