Caracterização das biomassas Casca de Pequi (Caryocar brasiliense Camb) e Serragem de madeira Teca (Tectona granis) in natura e modificadas com ácido cítrico segundo a metodologia de determinação de grupos básicos e ácidos de Boehm

Jéssica Mesquita do Nascimento, Jorge Diniz de Oliveira

Resumo


A contaminação das águas por metais potencialmente tóxicos tem se tornado algo evidente devido ao crescimento industrial e populacional acarretando com isso um problema crescente ao meio ambiente e à saúde das pessoas em função da alta toxicidade destas espécies metálicas, mesmo em baixas concentrações. Uma alternativa de baixo custo e boa eficiência para a remoção de espécies metálicas consiste o processo de biossorção. Este trabalho tem como objetivo investigar a quantidade de grupos básicos e ácidos segundo a metodologia de Boehm nas superfícies das biomassas Casca de Pequi (Caryocar brasiliense Camb) e serragem de madeira Teca (Tectona granis) in natura e modificadas com ácido cítrico além da realização do estudo de capacidade de biossorção em relação aos íons Cd(II) e Pb(II) em solução aquosa bielementar. Os resultados demonstraram que ambas as biomassas possuem grupos básicos em sua superfície porém as biomassas modificadas apresentaram maior grupos em sua superfície, em relação aos grupos ácidos como se esperava as biomassas modificadas apresentaram um maior número de grupos carboxílicos, para o estudo da capacidade de biossorção ambos os metais possuíram boa capacidade de biossorção.


Palavras-chave


Contaminação; Metais; Metodologia de Boehm; Biossorção.



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online