Avaliação do Uso de Grafeno Como Agente Passivador em Superfície de Cobre

Rogerio Adelino de Sousa, Augusto César Januário, Bruno Ricardo Remédio

Resumo


As Nanolâminas de Grafeno (NG) são compostos de carbono constituídos por uma monocamada de espessura atômica extraída do grafite. Este trabalho propõe a obtenção, estudo das propriedades e aplicações de NG. Na produção de NG propôs-se o método de esfoliação química com modificações, diminuindo o tempo de obtenção das NG e redução no consumo de água. Tal método consiste nas etapas de intercalação das camadas de grafite, da expansão das camadas e da quebra da interação que há entre elas. As NG foram depositadas em peças de cobre, para testes de ataque com ácido sulfúrico 6,0 mol L-1. Os corpos de prova com revestimento de NG não apresentaram modificações significativas na superfície após o ataque ácido. Além do ataque ácido, a superfície dos corpos de prova de cobre receberam um tratamento com FeCl3/HCl para revelar a estrutura macroscópica da superfície, a qual apontou para deposição uniforme das NG com estrutura dos aglomerados bem definidas.


Palavras-chave


Grafeno; Nanolâminas de Grafeno; Corrosão; Camada Passivadora.



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online