Síntese do Eval-g-norbixina: Aplicação como um Pigmento em Polímeros

Breidi Albach, Thiago Alessandre da Silva, Ronilson V. Barbosa

Resumo


A contaminação por metais pesados, presente em aditivos e pigmentos poliméricos apresenta sérios riscos à saúde. Desta maneira novas metodologias têm sido implementadas para a utilização de pigmentos orgânicos e biodegradáveis. Neste trabalho, foi desenvolvido uma técnica para o enxerto da norbixina em poli(etileno-co-álcool vinílico) para uso como um pigmento em materiais poliméricos. A partir dos resultados obtidos por CLAE, foi possível observar que a extração alcalina levou a hidrólise da bixina em norbixina. As análises por FT-IR e DSC permitiram identificar o EVAL e o enxerto da norbixina. Esta técnica apresentou ser uma alternativa fácil, viável e atraente na produção de novos pigmentos se comparado com técnicas tradicionalmente empregadas descritas na literatura.


Palavras-chave


EVA; EVAL; urucum; norbixina; pigmento; hidrólise; esterificação.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online