Estudo da Produção de Álcool Utilizando como Matéria-Prima a Cyperus esculentus (Tiririca)

Simone Cristina L. Pereira, André L. Gallina, Everson P. Banczek, Guilherme A. R. Maia, Paulo Rogério P. Rodrigues

Resumo


Os problemas ambientais causados pelo uso de combustíveis fósseis e a necessidade de um novo caminho baseado em fontes energéticas renováveis impulsionam o desenvolvimento de combustíveis produzidos a partir da biomassa. Os biocombustíveis são considerados uma opção estratégica para a geração de energia, entre eles destaca-se o etanol. Visando minimizar a competição com a cadeia alimentar, as fontes amiláceas são alternativas para obtenção do biocombustível, entre elas a Cyperus esculentus (CE). Este trabalho teve como objetivo estudar as condições ideias para a obtenção de etanol a partir da fermentação da farinha de CE, utilizando a rota enzimática para a reação de hidrólise. Foi utilizado planejamento fatorial (3²), a fim de verificar a influência das variáveis independentes: tempo de fermentação (h) e concentração de levedura (g L-1) para a rota enzimática em relação à resposta grau alcoólico (°GL). Para caracterização da matéria-prima foram realizados ensaios de determinação de teor de umidade, teor de amido, açúcares redutores (AR), análise química elementar e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Após a fermentação, foram realizadas medidas de UV-vis para determinação do °GL. As amostras apresentaram valores de teor de umidade de 55,05%, teor de amido de 52,38% e de AR de 12,23%. As imagens de MEV mostraram elementos de protoxilema e protofloema. Com o planejamento fatorial alcançou-se as condições ideais (15 g L-1 para concentração de levedura e 30 h para o tempo de fermentação) para obtenção de etanol com teor alcoólico de 24,27 °GL.

Palavras-chave


Etanol; hidrólise enzimática; sustentabilidade; biomassa.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online