Biossensores e Bebidas - Revisão

Flavia F. O. Porfirio, Juliana de Fátima Giarola, Arnaldo César Pereira

Resumo


Na indústria de bebidas o grande desafio é eliminar as contaminações químicas e biológicas como defensivos agrícolas, antibióticos, e micro-organismos diversos, que podem estar presentes nos alimentos. A adoção de novas legislações pelos órgãos responsáveis gera um aumento do controle da qualidade dos produtos industrializados, sendo avaliadas por meio de análises químicas e microbiológicas periódicas, como os biossensores. Assim, a presente revisão tem como objetivo avaliar a aplicação de biossensores em amostras de bebidas e o progresso dessa metodologia analítica na atualidade. Uma alternativa interessante para a realização dessas análises é o emprego de biossensores, pois as vantagens destes para os métodos convencionalmente utilizados não são somente a sensibilidade e seletividade, mas também dispensar um pré-tratamento das amostras, proporcionando rapidez nas análises, uso reduzido de reagentes e, consequentemente, redução do custo financeiro. Os biossensores são dispositivos que combinam a seletividade de um elemento biológico ativo com a sensibilidade de um transdutor. O principal objetivo é produzir um sinal mensurável proporcional à concentração de um determinado analito ou grupo de analitos que tenham interagido com o componente biológico. Apesar da enorme diversidade de pesquisas envolvendo biossensores para a indústria, a sua aplicação na área de alimentos, para qualquer analito é ainda restrita.

Palavras-chave


Biossensor; Componente Químico; Bebidas.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online