O Efeito da Contextualização e do Jogo Didático na Aprendizagem de Funções Orgânicas

Mayara O. de Almeida, Viviane G. P. Ribeiro, Antônio Rafael P. Arruda, Francisco Jonas N. Maia, Selma Elaine Mazzetto

Resumo


Este trabalho apresenta uma análise comparativa entre métodos de ensino que utilizam a contextualização e o jogo didático na aprendizagem de funções orgânicas, tendo as drogas como tema gerador. A metodologia adotada consistiu em ministrar aulas expositivas sobre funções orgânicas de forma distinta em duas turmas de 3º ano do ensino médio. Na turma A, foi dada uma aula contextualizada, destacando os efeitos e estruturas químicas das drogas. Na turma B, a aula teve uma metodologia tradicional seguida pela aplicação de um jogo didático, intitulado MEMOQUÍMICA. A avaliação foi realizada através de questionário destinado à análise da aceitação da metodologia e a verificação do grau de aprendizagem do conteúdo. Os resultados apontaram que a maioria dos estudantes, nas duas turmas, afirmou que a metodologia empregada facilitou a compreensão do assunto abordado e a classificaram como ótima, e que o jogo MEMOQUÍMICA pode ser considerado uma ferramenta na prática pedagógica.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20160057


Palavras-chave


Jogo didático; Contextualização; Tema gerador.

Texto completo:

PDF MS


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online