Contextualização como Estratégia Didática em Vídeo-aulas de Química

João Pedro S. Fidelis, Gustavo B. Gibin

Resumo


Neste trabalho foram analisadas noventa vídeo-aulas de Química disponíveis no site youtube.com.br durante o período de um ano, com o objetivo de quantificar o uso da contextualização nestas aulas. Além disso, foi feita também uma classificação dos contextos observados, com base em Kato e Kawasaki (2011) e Pires et al. (2010). Para a seleção dos vídeos, foram analisados os vídeos que apresentaram acima de dez mil visualizações, pois consiste em um indicativo do uso deste recurso por estudantes. Ao final da análise foi possível constatar um uso superficial da contextualização como estratégia didática, e foi observado que existe um domínio da abordagem tradicional de ensino, com definições de conceitos e/ou fenômenos, uso de exemplos e resolução de exercícios.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20160054


Palavras-chave


Vídeo-aulas; Contextualização; Estratégia didática.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online