Otimização e Validação da Metodologia para a Determinação de 5-Hidroximetilfurfural em Soluções Anticoagulantes e Preservadoras de Bolsas de Sangue por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência

Mary Nei M. Freitas, Renata F. D. Vale, Anna Maria B. S. Fust, Fernanda S. Fernandes, Michele F. Silva, Kátia Christina Leandro

Resumo


As soluções anticoagulantes e preservadoras têm o objetivo de manter a viabilidade do sangue e seus componentes. As bolsas plásticas utilizadas para armazenamento de sangue humano são classificadas como produto para saúde de classe III. A RDC n° 35 de 12 de junho de 2014 é a legislação que descreve o controle de qualidade das bolsas de sangue no Brasil. De acordo com esta resolução um dos ensaios físico-químicos que devem ser realizados em soluções anticoagulantes é a determinação do teor de 5-hidroximetilfurfural (5-HMF), um contaminante altamente tóxico formado pela decomposição térmica da glicose presente nas soluções, podendo levar o paciente até mesmo ao óbito, justificando a necessidade de seu controle. Este trabalho teve o objetivo de otimizar e validar a metodologia para determinação do 5-HMF conforme preconizado pela Anvisa e o Inmetro. Os parâmetros analisados na validação analítica foram: especificidade, linearidade, limite de detecção, limite de quantificação, exatidão, precisão e robustez. Os resultados encontrados comprovaram que o método é bastante eficaz para a determinação do 5-hidroximetilfurfural o que culminou com a sua inserção no regulamento técnico publicado em junho de 2014.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20160050


Palavras-chave


Validação analítica; cromatografia líquida; controle de qualidade.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online