Preparação e Caracterização de Emulsões Ternárias Quitosana/SDS/Hexano

Adriana B. Regattieri, Eloi A. da Silva Filho, Geovane L. de Sena

Resumo


Emulsões são sistemas utilizados em diversos tipos de aplicações industriais, incluindo diferentes áreas de interesse, como tecnologia de alimentos, produtos de uso pessoal, tintas, agroquímicos, farmacêuticos, etc. Este trabalho tem como foco de estudo emulsões definidas pelo sistema ternário Quitosana/SDS/Hexano em que as técnicas experimentais de tensiometria, turbidimetria e tempo de escoamento foram fundamentais para a preparação e caracterização desse sistema. Trata-se em desenvolver uma metodologia de preparar emulsões com compostos parafínicos, mais o biopolímero quitosana e o tensoativo aniônico dodecilsulfato de sódio (SDS) que modifica a condição de carga através de interações intermoleculares como dipolo-dipolo e outros tipos, como hidrofóbicas e de van der Waals. Uma maior quantidade (85%(V/V)) de quitosana no sistema é responsável pelo aumento do valor da tensão superficial (chegando a 39,62 mN/m). Altas quantidades de SDS (70% (V/V)) aumentam os valores de turbidez (com valor máximo igual a 110,8 NTU) das emulsões. Os maiores valores de tempo de escoamento (27 segundos) foram observados nas emulsões em que as concentrações de Quitosana, SDS e Hexano estão em valores mais próximos na composição da emulsão.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20160047


Palavras-chave


Quitosana; Emulsões; Tensoativos; Meio ambiente.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online