Avaliação da Capacidade de Adsorção da Quitosana Quaternizada na Remoção de Íons Cu2+ e Cr3+

Guilherme Leocardio Lucena, Afranio Gabriel Silva, Luzia Maria C. Honório, Vandeci D. Santos

Resumo


O tratamento de efluentes contendo metais pesados via adsorção, utilizando biopolímeros como adsorventes, têm sido amplamente investigados com intuito de se obter um material que apresente alta eficiência, fácil obtenção e que seja economicamente viável. Como adsorvente natural de íons metálicos, a quitosana vem apresentando bons resultados, porém a modificação e a reticulação de sua estrutura com agentes químicos proporciona uma maior eficiência nos processos de adsorção. Neste trabalho investigamos a adsorção de íons Cu2+ e Cr3+ pela quitosana modificada quimicamente com um sal de amônio quaternário e reticulado com glutaraldeído. Esta modificação levou a um aumento na capacidade de adsorção de íons estudados em comparação com a quitosana não modificada. Conclui-se que a modificação da estrutura química do adsorvente proporcionou uma maior eficiência na remoção dos íons em estudo com relação a quitosana não modificada.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20150128


Palavras-chave


Quitosana; sal de amônio quaternário; adsorção.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online